Lei Federal institui o Dia Nacional do Zootecnista

O projeto de lei que propôs a oficialização partiu da deputada federal Júlia Marinho (PSC). A lei foi instituída sob o número 13.596. Para Marinaldo, esta conquista está relacionada ao reconhecimento da identidade institucional da zootecnia como profissão. “O Dia do Zootecnista é importante para o reconhecimento institucional e republicano do valor e mérito do profissional mais qualificado para promover a criação animal em todos os seus aspectos e ramos da atividade produtiva ou de conservação fazendo com que a pecuária nacional seja competitiva e eficiente”.
A escolha do dia 13 de maio como data de comemoração faz menção ao dia da aula inaugural do primeiro curso superior de zootecnia instalado no Brasil, realizado em 1966, na cidade de Uruguaiana, Rio Grande do Sul. Para Marinaldo, a oficialização da data ajuda a mostrar o reconhecimento e apoio a todos os zootecnistas, que apresentam relevantes contribuições ao avanço social e econômico do país através do fomento à pecuária e ao desenvolvimento produtivo dos rebanhos, bem como estudando alternativas de produção racional de diferentes espécies animais nas mais variadas condições

. “A data é também igualmente importante para criar no imaginário das pessoas uma referência do sentido de pertencimento do Ser Zootecnista”. Sobre o profissional zootecnista O Zootecnista é um profissional capacitado em práticas que aperfeiçoam a produção animal, por sua atuação direta no melhoramento genético, nutrição e alimentação, manejo, bem-estar animal, boas práticas agropecuárias e gestão da atividade rural, contribuindo de maneira efetiva para o desenvolvimento sustentável do agronegócio brasileiro.

Acesse a lei: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2018/Lei/L13596.htm